É hora de proteger a floresta amazônica – brasileiros protestam para salvar a floresta

É hora de proteger a floresta amazônica – brasileiros protestam para salvar a floresta

A maior floresta tropical do planeta, reconhecida por sua biodiversidade, enfrentou recentemente muitos desafios. Embora os problemas tenham começado na década de 1960, as pessoas estão se tornando mais conscientes deles agora, o que uniu as pessoas para lutar por isso e proteger a floresta e a Mãe Terra.
O Brasil tem sido historicamente um foco de inundações, deslizamentos de terra e outras calamidades naturais que aniquilam muitos dos residentes do país. Agora que a Floresta Amazônica está sendo desmatada, mais indivíduos estão se unindo para defender o ecossistema.

floresta tropical

O Projeto de Lei Ambiental

Recentemente, em 9 de março de 2022, muitos brasileiros se reuniram do lado de fora do escritório do Congresso do Brasil para resistir à extrema direita do partido político do presidente Jair Bolsonaro, sob cuja governança foi aprovada a dura lei antiambiente, que acredita-se ter destruído todo o ecossistema da Terra.
O pano de fundo dessa ação altamente insensível começa em 2020, entre março e maio, quando Jair Bolsonaro anunciou outros 195 atos infralegais que supostamente destruiriam as leis ambientais do Brasil.
Também foi apurado que os atos permitiram que os proprietários locais que desmatassem ilegalmente a floresta e habitassem o território da Mata Atlântica fossem perdoados por seus crimes e indenizassem pessoas que confiscassem terras dentro de unidades de conservação nacionais.
Durante a pandemia, essa política de destruir os regulamentos ambientais do país tornou-se mais agressiva, e começou a correr como um vaqueiro, mudando todas as regras e simplificando convenções.

A união das celebridades

Só com a entrada da celebridade Caetano Veloso é que a demanda dos brasileiros foi ouvida mundialmente. Caetano Veloso é um compositor brasileiro reconhecido por seu envolvimento no conhecido estilo musical brasileiro Tropicalismo.
Com seu envolvimento no protesto, muito mais pessoas se reuniram para se opor ao nocivo projeto de lei antiambiente, apelidado de uma manifestação significativa para rejeitar um ataque histórico ao meio ambiente no Brasil pensado por ambientalistas sob o governo de Jair Bolsonaro.
O rali foi oficialmente apelidado de “Ato pela Terra”, que se traduz em “Stand for the Earth”. Significou a morte da combinação de cinco medidas ambientais que o Congresso brasileiro esmagou.
Outras celebridades, como o ator Lázaro Ramos, o rapper Emicida e a cantora Daniela Mercury, aderiram à passeata para manifestar seu descontentamento com o comportamento e incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo.

O que acontecerá se o projeto de lei for aprovado?

Os cidadãos brasileiros já conhecem os resultados, embora devam ser divulgados nos próximos dias. Três propostas devem ser votadas pelo Senado, enquanto a Câmara espera as outras duas.

Cidadãos brasileiros
Se esses projetos de lei forem aprovados, darão luz verde para a mineração comercial em território indígena, deslocando milhares de indígenas. Essas medidas também diminuirão o controle sobre os regulamentos de licenciamento ambiental, resultando em mais uso de produtos químicos nas florestas e um aumento de operadores ilegais e ladrões de terras na Amazônia.

Resumindo

O Brasil está à beira da desintegração. Até celebridades aderiram, e agora é hora de pessoas de todo o mundo se unirem para proteger a terra e a Floresta Amazônica ao lado dos brasileiros para impedir que o governo destrua o espaço natural.

Leave a Reply

Your email address will not be published.