Índio recusa composição com Paes para as eleições

Em entrevista ao Informe O Dia, o deputado federal índio da Costa (PSD) rechaçou a possibilidade de um  entendimento com o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), com vistas às eleições para o Governo do Estado. Apesar de ter conversado com Paes, em sua casa, Indio não vê chance nesta composição.."De fato recebi o Eduardo na minha casa no último dia 5, mas não tem chance de compormos. Sou candidato a governador e não quero aliança com integrante do núcleo (Sérgio) Cabral e (Jorge) Picciani".

Indio prossegue: "O Eduardo pediu um encontro. Nele, disse que errou ao insistir na candidatura do Pedro Paulo Carvalho (DEM-RJ) para a prefeitura em 2016. Falou que era melhor ter me apoiado ou apoiado o Carlos Osorio (PSDB). E propôs um pacto de não agressão entre nós. Como não é do meu gênero ser agressivo, não vi problema nisso. Depois, ele disse que me procuraria para uma nova conversa em 15 dias, mas esse encontro não aconteceu."

Lideranças do setor empresarial têm tentado unir Indio e o ex-prefeito. Sobre a possibilidade de receber eventual apoio de Paes, hoje inelegível, ao Palácio Guanabara, Indio é enfático: "Eu aceitaria o apoio do DEM. Tenho profundo respeito pelo Cesar (Maia) e pelo Rodrigo (Maia). Mas o apoio do Eduardo eu descarto, é carregado do apoio do Cabral e do Picciani. Por que o Eduardo custou a deixar o PMDB? Estava atrás da autorização dos caciques do partido. A chance de eu apoiá-lo à prefeitura em 2020 é zero."

Agenda do Poder
Todos os direitos reservados - 2013