PCdoB vai lançar candidatura própria

Repetindo o movimento feito em nível nacional, o PCdoB — aliado de primeira hora do PT — anunciou na semana passada candidatura própria ao governo do Rio. O escolhido pelo partido é Leonardo Giordano, vereador em Niterói. Caso a candidatura seja confirmada, será a primeira vez desde 1990 que o PCdoB não estará coligado com o PT para o cargo. O ex-chanceler Celso Amorim é a aposta petista.

Parlamentares do PT dizem terem sido pegos de surpresa com a decisão, já que as conversas entre os dois partidos eram sobre uma chapa única. A deputada federal Benedita da Silva rejeita abrir mão de uma candidatura petista em troca de apoio a Lula:

— Entendemos que aliança se faz com programa. Fazemos isso separadamente do momento político, em que defendemos o direito de Lula ser candidato.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) não descarta um apoio a Amorim, mas defendeu o nome comunista:

— Não significa ruptura ou desunião. Por que o Rio não pode se unir em torno do Giordano?

Agenda do Poder
Todos os direitos reservados - 2013