24/11/2020 15:20

O deputado estadual Gustavo Tutuca deve assumir na próxima segunda-feira a Secretaria Estadual de Turismo. Ele já foi sondado por assessores diretos do governador Cláudio Castro sobre a possibilidade de aceitar a missão.

As cirurgias eletivas nos hospitais de urgência e emergência da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio de Janeiro serão suspensas a partir do dia 7 de dezembro. A medida foi tomada em reunião realizada hoje (23), devido à explosão de indicadores de casos de infectados e óbitos pela covid-19 nos últimos dias. Autoridades estaduais e municipais voltaram hoje a discutir a possibilidade de novo fechamento da cidade. Em nota conjunta, a Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro e as secretarias estadual e municipal de Saúde do Rio informam que, por isso, foram tomadas várias providências, entre as quais a mobilização e abertura de 214 leitos em sete unidades de saúde. Serão 25 leitos no Hospital Estadual Anchieta; 45 no Hospital Universitário Pedro Ernesto; 60 no Hospital São Francisco na Providência de Deus; 25 no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho; 13 no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle; 36 no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz; e 10 no Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião. A nota conjunta informa ainda que foram mantidas todas as cirurgias eletivas de alta complexidade, como as oncológicas, bariátricas, vasculares, ortopédicas e neurológicas. As decisões tomadas na tarde desta segunda-feira poderão ser revistas em encontros semanais entre os órgãos de saúde. De acordo com os órgãos que participaram da reunião, as medidas que serão adotadas visam à liberação do maior número de leitos para pacientes de covid-19, "sem maior impacto para a saúde no estado”. Infectados e óbitos Segundo boletim divulgado hoje pela Secretaria de Estado de Saúde, até esta segunda-feira, foram confirmados 338.688 casos de infectados e 22.028 óbitos por covid-19 no estado. Há ainda 355 óbitos em investigação e 2.235 foram descartados. Entre os casos confirmados, 311.273 pacientes se recuperaram da doença. A capital fluminense tem o maior número de infectados (131.433) e de mortes (12.979) no estado. Nas últimas 24 horas, morreram 54 vítimas de covid-19 no estado do Rio.

Opinião - Ricardo Bruno

Ricarod Bruno

Com decisões de última hora, Justiça Eleitoral gera insegurança jurídica

A legislação eleitoral precisa mudar. Na véspera da eleição, há somente no Estado do Rio cerca de mil candidaturas a prefeito e vereador sob judice. Nesta semana, na undécima hora, o TRE impugnou vários nomes, alguns com amplas chances de vitória. A medida é tão discutível quanto autoritária. O bom senso indica que a uma mês do pleito, pelo menos, todas as questões legais precisam estar superadas de modo a permitir eleições com o mínimo de tranquilidade.

Ricardo Bruno entrevista
 

Lupi "convida" Tulio Gadelha a deixar o PDT

Numa alusão ao deputado Túlio Gadelha (PDT), o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou nesta noite, no Recife, que os militantes do PDT que não apoiam a candidatura de João Campos (PSB) devem deixar a legenda. -Quem for do PDT e não estiver com esta chapa não tem mais o que fazer no PDT – bradou ao discursar.

 

Freixo anuncia processo contra Crivella, "o pastor mais mentiroso do Rio"

O deputado federal Marcelo Freixo (Psol) anunciou que vai processar o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) por ter produzido panfleto o envolvendo em fake news. No material, Crivella associa o adversário Eduardo Paes (DEM) a Freixo, dando a entender que a aproximação abrirá caminho para a implantação de kit gay nas escolas. Tudo absolutamente falso. "Ele será processado. Por tudo, inclusive pelo panfleto", declarou o parlamentar ao DIA, que acrescentou: "É o pastor mais mentiroso que o Rio já conheceu, além de ser o pior prefeito da história".

 

Jorge Felippe vai pra cima de Crivella: Mentiroso, corrija-se!!

O presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Jorge Felippe, afirmou que o prefeito Marcelo Crivella é um mentiroso descarado. A declaração se refere às afirmações de Crivella, durante o debate da Band, de que o candidato do DEM, Eduardo Paes, teria pedido a Felippe para não votar o projeto de Crivella que reduz o IPTU na cidade. Segundo Crivella, o presidente do legislativo carioca lhe teria confidenciado esta articulação.

Explode de novo a procura por exames de covid

O laboratório Richet, na Barra da Tijuca, tem na manhã deste sábado, 21/11, cerca de 110 pessoas com suspeita de Covid aguardando para o exame PCR.

Léo Vieira reúne 5 mil para receber o apoio de Waguinho e Canella

O candidato do PSC à prefeitura de São de Meriti, Léo Vieira, e seu vice Marcos Muller (SDD) deram uma demonstração de força na tarde desta sexta-feira, quando reuniram cerca de cinco mil militantes para ato de campanha em que receberam apoio do prefeito Waguinho, de Belford Roxo, e do deputado estadual Márcio Canella.

 

PT é o partido que mais cresceu em número de vereadores nas cidades com mais de 500 mil habitantes

Diferentemente do que setores da mídia tentam fazer crer, o PT apresentou nas eleições municipais um surpreendente crescimento nos grandes centros urbanos brasileiros. Foi o partido que mais avançou percentualmente em números de vereadores nas cidades com mais de 500 mil habitantes, segundo levantamento do cientista político Jairo Nicolau. Cresceu 6,6% contra 6,3% do DEM e 6,1% do Republicanos. O MDB cresceu 4,9% e o PSOL 4,8%.

Descontrolado, Crivella diz que Paes vai trazer pedofilia para as escolas

Bem atrás nas pesquisas, sem chances objetivas de reversão, o prefeito Marcelo Crivella deflagrou nesta tarde a estratégia do tudo ou nada, num claro sintoma de que será agressivo hoje à noite no debate da Band. A postura kamicaze resultou na gravação de um vídeo com conteúdo carregado de preconceitos e aberrações. A principal delas é que a eleição de Eduardo Paes resultará em pedofilia nas escolas porque supostamente o PSOL vai ocupar a Secretaria de Educação, informa Lauro Jardim, de O Globo.

TSE cria comissão para acompanhar ação de hackers contra processo eleitoral

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, determinou nesta quinta-feira (19) a criação de uma Comissão de Segurança Cibernética para acompanhar a investigação da Polícia Federal sobre ataques cibernéticos no dia do primeiro turno da eleição municipal de 2020 (15/11) e outras ações coordenadas por parte de grupos criminosos para tentar deslegitimar o processo eleitoral. A comissão, que será presidida pelo ministro Alexandre de Moraes, também vai elaborar estudos sobre ações de prevenção e enfrentamento de ilícitos decorrentes da ação de hackers.