26/08/2019 02:30

Em entrevista ao Jogo do Poder, que vai ar neste domingo, pela Rede CNT, o deputado Cel Salema(PSL) denunciou a ação de grupos mal-intencionados que estariam procurando síndicos de condomínios autuados pelo CREF - por não manterem professores de educação física nas academias – para, em troca de vantagens pessoais, cancelarem a multa. De acordo com a denúncia, ação parece coordenada com os fiscais, pois logo após a autuação surgem pessoas tentando vender prestação de serviços de educação física através de uma empresa. Os mesmos intermediários prometem o cancelamento das autos de infração.

Opinião - Ricardo Bruno

Ricarod Bruno

Hélio Negão não é para valer. Bolsonaro quer embaralhar as cartas

O deputado federal Hélio Lopes não deve ser o candidato do PSL à Prefeitura do Rio, mas seu nome, de fato, foi lançado hoje pelo presidente Jair Bolsonaro, num movimento para neutralizar as articulações de seu filho Flávio, em favor da candidatura do deputado Rodrigo Amorim (PSL-RJ) Uma fonte com bom trânsito na bancada federal do PSL garantiu ter ouvido a estratégia de um dos homens de confiança do presidente.

Ricardo Bruno entrevista
 

Witzel não sabe quem apoiar para prefeitura do Rio. Cleiton é uma possibilidade

O governador Wilson Witzel ainda não definiu o nome que vai apoiar na eleição à Prefeitura do Rio. Tem estimulado vários de seus aliados a repetir sua própria estratégia em relação à presidência da República: se colocar na disputa publicamente, com declarações de efeito e apelo popular, de modo a se viabilizar neste período de pré-campanha. O que chegar melhor, de acordo com pesquisas futuras, receberá o seu apoio. Além do deputado Rodrigo Amorin, amigo com trânsito na família do governador, o secretário de Governo, Cleiton Rodrigues, também é uma possibilidade.

WITZEL DISPARA: BOLSONARO ANIMA AS REDES E O BRASIL NÃO SAI DO LUGAR

Em entrevista à revista Época, nesta semana, o governador do Rio, Wilson Witzel ,trocou o tom amistoso de declarações anteriores pela acidez das críticas - diretas e contundentes - ao comportamento do presidente Jair Bolsonaro, de cujo apoio se valeu na eleição ao Palácio Guanabara. Segundo os repórteres, Thiago Prado e Maiá Menezes, ele afirma que será presidente, com a mesma certeza com que falava que seria governador quando ainda era traço nas pesquisas.

Com críticas à administração de Rogério Lisboa, Max deflagra a sucessão em Nova Iguaçu

Em entrevista ao Jogo do Poder, que vai ao ar no próximo domingo, pela Rede CNT, o deputado Max Lemos (MDB), provável candidato à prefeitura de Nova Iguaçu, fez duras críticas à administração do prefeito Rogério Lisboa, candidato à reeleição. Após afirmar que Nova Iguaçu pode muito mais do que tem sido realizado, Max elencou alguns problemas que considera graves: a falta um plano de mobilidade urbana, que deixa o trânsito quase sempre caótico; a ausência de investimentos de porte da iniciativa privada; e as deficiências crônicas do Hospital da Posse.

Após reunião com Flávio, Rodrigo Amorin reafirma que será o nome de Bolsonaro na eleição

Apesar da inegável proximidade entre o presidente Jair Bolsonaro e o deputado da Baixada Fluminense, não é consensual nas hostes do PSL a decisão de indicar Hélio Lopes para representar o partido na sucessão do prefeito Marcelo Crivella. Ontem, o deputado Rodrigo Amorin, declarado postulante ao cargo, voltou de Brasília exultante com as conversações mantidas com o Senador Flávio Bolsonaro.

Hélio Negão será o candidato de Bolsonaro à Prefeitura do Rio

Jair Bolsonaro está com a cabeça voltada para a eleição do ano que vem. E já tem o seu candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro.Escolheu alguém tão ligado a ele, que usa até o seu próprio sobrenome para ficar mais em sintonia com o presidente: Hélio Lopes, que concorreu no ano passado a deputado com o nome de Hélio Bolsonaro e obteve a maior votação do estado. Recebeu 345 mil votos. A informação é de Lauro Jardim, de O GLOBO.

Auditores fiscais fazem protesto no centro do Rio contra interferência de Bolsonaro

Auditores fiscais fizeram, nesta quarta-feira (21), um protesto na escadaria do prédio do Ministério da Economia, no Centro do Rio. Outras cidades do país também tiveram manifestações.Os manifestantes reivindicam a independência e a autonomia de funcionamento da Receita Federal. De acordo com os organizadores, o protesto foi convocado pelo Sindicato Nacional dos Auditores da Receita Federal.

Troca de comando na PF do Rio pode complicar delação de Cabral

A troca de comando do grupo da Polícia Federal que investiga autoridades com foro pode ter reflexos na delação do ex-governador do Rio Sergio Cabral. Rejeitado pelo Ministério Público Federal, ele tenta fechar um acordo com a PF. a informação é Bela Megale, de O GLOBO.Hoje, o atual chefe desse grupo, Cleyber Malta Lopes acompanha de perto as tratativas sobre o acordo. A negociação com Cabral é tratada como uma das prioridades de sua gestão. Lopes, no entanto, será substituído por Christiane Correa Machado.

Witzel vai consultar STF para saber quando policial pode atirar para matar

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou que irá consultar o Supremo Tribunal Federal sobre as situações em policiais agem em legítima defesa ao atirar em suspeitos para matar.A declaração foi dada ao comentar a morte, por atiradores de elite da polícia, de um homem que sequestrou um ônibus na ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira (20/8).

Últimas